Bases bíblicas para as células

Bases biblicas para as celulas

O próprio Deus é uma “célula”

Podemos dizer que o conceito de “célula” foi introduzido logo no primeiro versículo da Bíblia, onde lemos: “No princípio criou Elohim os céus e a terra” (Gênesis 1.1). A palavra hebraica Elohim é consistentemente usada para Deus nos dezesseis primeiros capítulos de Gênesis e é, na verdade, um plural, significando mais de uma pessoa.

Células no ministério de Jesus

Jesus ensinava no lar, ministrando para pequenos grupos de pessoas. Grande parte do Seu ministério aconteceu nas sinagogas, às vezes no templo, e muitas vezes ao ar livre. Mas uma parte significativa de Seu trabalho e ensinos aconteceu nos lares, com um grupo pequeno de pessoas.

  • A explicação de Jesus para as parábolas do Reino era dada para o pequeno grupo de discípulos (Mateus 13.36).
  • Ele estava na casa de Pedro quando curou a sua sogra (Mateus 8.14).
  • Ele estava ensinando numa casa quando curou o paralítico, ao ser descido para o meio da sala na sua cama, pendurado do telhado (Marcos 2.1).
  • Ele visitava a casa das pessoas para curar os doentes (Mateus 8.14).
  • Entrava nas casas para ressuscitar mortos (Marcos 5.38-42).
  • Parava para conversar, durante uma refeição, e aconselhar aqueles que queriam segui-lo (Lucas 7.36).
  • Entrava nos lares para evangelizar, falar da salvação (Zaqueu: Lucas 19).
  • Entrava nos lares para discipular aqueles que criam Nele (Marta e Maria: Lucas 10.38-42).
  • Quando Jesus enviou os doze (Mateus 10, Marcos 6) e mais tarde quando Ele enviou os setenta e dois para ministrar (Lucas 10), Ele os enviou para as casas. Eles foram mandados de dois em dois para ministrarem num contexto de pequenos grupos, de células.
  • Mesmo dentro daquele grupo, Jesus tinha um grupo ainda menor de três discípulos (Pedro, Tiago e João), que eram parte de um relacionamento mais chegado (Mateus 17.1 e 26.37).
  • Os ensinamentos de Jesus foram dados de uma forma mais completa a esse grupo de doze, e as revelações mais profundas a esse grupo de três.
  • Os doze receberam Dele bem mais do que qualquer outra plateia. Eles ficaram encarregados, portanto, de passar adiante todas as coisas que Jesus ordenou.
  • Entendemos, assim, que o que faz da casa uma igreja não é apenas o seu uso para as reuniões de células, mas também o seu cotidiano.

Extraído do Livro “Treinamento de Líderes de Células” –  Abe Huber & Ivanildo Gomes, MDA Publicações, 2010.

Se deseja saber mais sobre o assunto, clique na imagem ao lado e adquira o livro.