Dica de ilustração para a sua célula: O amor que transforma

Man holding red heart in his hands

Uma garota paraplégica cansou-se de suas muletas e das longas sessões de fisioterapia.
Certo dia, quando seu pai insistia com ela para que continuasse o tratamento, a menina jogou-se em seus braços e perguntou-lhe:
– Papai,  você não me ama do jeito que eu sou?
O pai, compreendendo a tristeza e a frustração da filha, abraçou-a  longamente. Depois disse-lhe:
– Sim, querida, eu a amo assim como você é. Mas tem uma coisa: eu a amo demais para permitir que você continue na condição em que está!

O mesmo deve acontecer conosco.

Devemos amar tanto os nossos filhos que não vamos nos conformar com a condição em que eles estão atualmente. Por bem que estejam, ainda que não sejam paraplégicos como a menina desta história, mas, em alguma área, eles precisam de nós.
E, se precisam de nós e do nosso amor, precisam muito mais de Jesus. Devemos levar nossos filhos a Jesus. Devemos trazer Jesus até os nossos  filhos. E eles andarão bem. Ficarão curados!

Extraído do Livro “Dinâmicas:  Quebra-gelos e ilustrações“. Ivanildo Gomes, MDA Publicações, 2011.

Clique aqui e adquira nossos produtos.

 

, Quebra - Gelo